UMA VIAGEM PELO SUL DA FRANÇA: saindo de Nice rumo ao Parc du Verdon

Eram nossas últimas horas em Nice, aproveitamos o sol e fomos à Colline du Château, uma emblemática colina de 92m de altura. Embora houvesse escadas, optamos pela subida de elevador, mesmo tendo que pagar uma taxa. No topo, tivemos uma linda vista do mediterrâneo e da Baie des Anges (Baía dos Anjos). Não podíamos partir sem fazer essa visita. É realmente imperdível!

IMG_2637

Vista de Nice do alto da Colline du Château

Como última visita em Nice, passamos ainda pela bela Igreja Ortodoxa Russa, símbolo da forte presença Russa na cidade, fruto de ondas migratórias iniciadas na Revolução Russa de 1917.

Em seguida, nos direcionamos à cidade de Castellane, já localizada no Parc Naturel Régional du Verdon. Esse parque é repleto de pontos atraentes, como o Plateau de Valensole, o Lac de Sainte-Croix e o Canyon du Verdon, considerado o maior da Europa, com 700m de profundidade.

A estrada que escolhemos para o trajeto é de tirar o fôlego, composta de inúmeras curvas que não param de subir, possibilitando o inacreditável encontro com as nuvens. A distância entre Nice e Castellane é de aproximadamente 90 km, com percurso lindíssimo, repleto de montanhas, campos e pequenas cidades charmosas.

IMG_0017

Pequenas cidades entre Nice e Castellane

Castellane fica a 723m de altura, justificando as inúmeras subidas até lá. Cortada pelo rio Verdon, a cidade fica aos pés de uma enorme rocha chamada Le Roc, ponto marcante da paisagem local. Sabíamos que tínhamos chegado quando avistamos a rocha, com a Igreja Notre-Dame du Roc no topo, local de peregrinação desde a Idade Média.

Nessa região, há muitos turistas esportivos, especialmente aquáticos, além de apaixonados por trilhas. Foi em Castellane que almoçamos, curtimos um pouco de chuva e até vivemos a falta de energia elétrica por alguns minutos.

IMG_2669IMG_2676IMG_0040IMG_0043

Após, nos direcionamos à cidade vizinha, Trigance, localizada a menos de 20km dali, onde havíamos reservado um chambre d’hôte (espécie de B&B à francesa).

Trigance é uma pequena cidade com ares medievais, tranquila e interiorana. A presença de turistas é pequena, tivemos a sensação de que a cidade era toda nossa. Foi delicioso passear pelas ruas estreitas no fim de tarde, apreciando o campo ao redor. Subimos no ponto mais alto da cidade, onde figura um castelo medieval que hoje abriga um luxuoso hotel/restaurante.

IMG_2726

Trigance

IMG_0084

Ruas de Trigance

IMG_0112

Caminhos em Trigance

IMG_2721

Castelo de Trigance

IMG_0141

Vista de Trigance e dos campos ao redor

IMG_0149

Do alto do Castelo de Trigance

No início da noite, tomamos uma cerveja em um pequeno bar de Trigance e voltamos para nosso jantar no hotel. No outro dia sairíamos de Trigance cedo, finalmente conheceríamos o Canyon du Verdon, conhecido também como Gorges du Verdon. .


HOSPEDAGEM EM TRIGANCE:

Ficamos hospedadas no Hotel Le Vieil Amandier. Com estrutura pequena e poucos quartos, tem decoração bonita, tradicional e monta um ambiente agradável, possibilitando a contemplação da pitoresca região.

O atendimento foi primoroso: atencioso, cuidadoso, gentil, acolhedor e instrutivo. Nos forneceram inúmeras informações sobre os caminhos do Verdon e os campos de lavanda, informações que foram fundamentais para nossa viagem.

Os quartos eram confortáveis e os banheiros bem equipados. Um deles tinha uma maravilhosa ducha com hidromassagem. O jantar, incluído na diária, deixou a desejar, foi uma decepção diante das tantas qualidades do hotel. Há ainda no hotel uma piscina e uma área de convivência bonita e agradável. O ambiente é muito bom e a localização é excelente para conhecer o Gorges du Verdon.

IMG_0045IMG_0046IMG_0047 IMG_0155IMG_0052