UMA VIAGEM PELO SUL DA FRANÇA: roteiro e programação – 9 dias em Côte d’Azur, Provence e Parc du Verdon

PRIMEIRAS PROVIDÊNCIAS: escolha das cidades e do período

Provence era um destino incontornável naquele ano em que moramos na França. Queríamos muito conhecer os lindos campos de lavanda comuns na região. Para tanto, nossas primeiras providências foram pesquisar o período quando as flores brotam e definir o roteiro, já que existem várias rotas da lavanda (aqui link para as opções de rotas).

Além dos campos de lavanda de Provence, incluímos no roteiro algumas cidades litorâneas da Côte D’Azur, o Canyon du Verdon, os Calanques e outras encantadoras cidadezinhas da região Provence-Alpes-Côte d’Azur, conhecida também por PACA. Como sempre, nossa viagem ganhou contornos grandiosos.

IMG_8398IMG_2941IMG_3067IMG_9432

Quando fomos:

Anualmente as cidades da região de Provence anunciam as datas das suas respectivas festas da lavanda, quando iniciam as colheitas. O ideal é programar a viagem para uma ou duas semanas antes das colheitas, quando os campos ficam hiper floridos. Geralmente, entre julho e meados de agosto há campos floridos, embora existam variações anuais, pois depende da temperatura e intensidade do verão.

É necessário pesquisar com atenção, conhecemos algumas pessoas que erraram o período e perderam esse espetáculo.

Nossa viagem ocorreu entre 09 e 17 de julho de 2014. Fomos numa semana antes das festividades, os campos estavam plenamente floridos. Escolha certeira!

Plateau de Valensole

Onde fomos:

Elegemos bases: a primeira em Nice (para explorar o litoral), a segunda em Trigance (para explorar a região do Verdon), a terceira em Manosque (para explorar os campos de lavanda) e a quarta em Marseille (para explorar os Calanques e Marseille).

Além de Trigance,  operam como base para conhecer o Canyon du Verdon (conhecido também como Gorges du Verdon) as cidades de Castellane, La Palud-Sur-Verdon e Moustiers-Sainte-Marie. Escolhemos Trigance pelo hotel de charme. Acabamos, no entanto, ficando encantadas por essa pequena cidade de pedras perdida entre montanhas. Com pouquíssimos turistas, possibilita muita contemplação.

Na parte operacional, fomos de Paris a Nice de avião, pela companhia Air France. No aeroporto de Nice, alugamos um carro, com o qual percorremos o roteiro inteiro até Marseille, onde o devolvemos. Sem qualquer dúvida, a melhor forma de conhecer a região é de carro, considerando as belas estradas e os locais de difícil acesso.

Lac de Sainte Croix no Parque Regional do Verdon

Lac de Sainte Croix no Parque Regional do Verdon

O Sul da França é o destino favorito dos franceses no verão. Portanto, as passagens e os hotéis devem ser reservados com aproximadamente três meses de antecedência. Como demoramos a definir nosso roteiro, tivemos muita dificuldade para encontrar hotéis.

Queríamos ficar hospedadas em Chambres d’Hôtes, mas somente achamos vagas nessa modalidade em Trigance. Chambres d’Hôtes são uma espécie de B&B à francesa, casas de charme que alugam quartos para viajantes (associação de chambres d’hôtes da França). Alguns são luxuosíssimos, outros mais simples. Há opções para todos os bolsos também.

Assim, com dificuldade para encontrar hotéis de charme e com limitado orçamento, acabamos ficando em redes hoteleiras. Primamos pela localização.


NOSSO ROTEIRO DE VIAGEM

1º DiaParis → Nice

  • TRAJETO: Saída de Paris (ORLY) às 8h50, chegada em Nice às 10h10.
  • ALUGUEL DO CARRO: Locamos um veículo no aeroporto de Nice, categoria compacto automático, 7 diárias a 507 euros com seguro básico.
  • HOTEL EM NICE: Hotel Ibis Budget – Nice Californie Lenval. Preço: 3 diárias por 246 euros, sem café da manhã.
  • PROGRAMAÇÃO: os passeios que fizemos podem ser vistos no nosso post sobre Nice (clique aqui para visitar o post sobre Nice).

2º Dia: Nice → Cannes → Nice

  • PROGRAMAÇÃO: Fomos de Nice a Cannes de carro pelas estradas oceânicas que passam por Antibes e Cagnes-Sur-Mer. Embora o caminho pela A8 (autoestrada) fosse menor, optamos pelo charme das estradas que passam por cidades litorâneas, com ocasionais vistas para o mar. Voltamos no final do dia para Nice, nossa base. Nesse percurso, pelas mesmas estradas, enfrentamos engarrafamento. Abaixo, uma visualização do percurso, com os números das estradas:
Estrada de Nice a Cannes

Nosso percurso de Nice a Cannes

3º Dia: Nice → Èze → Mônaco → Menton → Nice 

  • PROGRAMAÇÃO: Fomos cedo de Nice a Èze. Escolhemos a estrada M6098 (Route du Bord de Mer), que margeia o mar, passando por Villefranche-sur-Mer (24,5Km com muitas curvas). Essa estrada é deslumbrante, com vistas memoráveis. O caminho pela M6007 seria mais rápido (15Km), porém sem vistas. Próximo de Èze, entramos na M45, que conduz à cidade. Após um passeio pelo centro histórico de Èze, seguimos para o Principado de Mônaco. Escolhemos novamente a Route du Bord de Mer, a M6098. Após passearmos em Mônaco, seguimos para Menton pela D6098 e D6007. Percorremos um total de 45,2Km. Na volta, escolhemos o caminho mais curto. Estávamos exaustas. Abaixo, uma visualização do percurso de ida:
De Nice para Menton

Nosso percurso de Nice → Èze → Mônaco → Menton

4º Dia: Nice → Castellane → Trigance

  • PROGRAMAÇÃO: Fizemos um deslocamento operacional, de mudança de base, de Nice para Trigance. No caminho, optamos por uma parada para conhecer a charmosa Castellane, cidade histórica encravada nas montanhas. Almoçamos ali e passeamos durante umas 04 horas pela cidade, quando retomamos a estrada rumo a Trigance. O trajeto é sinuoso, com belas vistas da montanha.
Nice. Trigance

Nosso percurso Nice – Castellane – Trigance

5º Dia: Trigance → Gorges du Verdon → La Palud-sur-Verdon → Route des Crêtes → Lac de Sainte-Croix → Moustiers-Sainte-Marie → Manosque 

  • PROGRAMAÇÃO: Acordamos cedo e seguimos rumo ao Lac de Sainte-Croix. No caminho, optamos por conhecer a imperdível Route des Crêtes, caminho sinuoso com belas vistas panorâmicas do Gorges du Verdon. Para tanto, seguimos pela  Route D952 com destino à Route des Crêtes (estrada D23). Fizemos uma breve parada em La Palud-sur-Verdon, onde almoçamos. Já na Route des Crêtes, paramos no Point Sublime (ponto sublime), auxiliadas por placas indicando a direção. Fizemos inúmeras outras paradas, há vários belvederes. Após, fomos ao Lac de Sainte-Croix, onde locamos um pedalinho e onde passamos 02 horas de deslumbramento. Em seguida, conhecemos a bela Moustiers-Sainte-Marie, cidade histórica encravada nos Alpes de Provence. Depois de muito flanar, fomos para Manosque, nossa nova base. No caminho, vimos os primeiros campos de lavanda e girassol.
Caminho Trigance Lac

Percurso Trigance → Rota des Crêtes → Gorges du Verdon → La Palud-sur-Verdon → Lac de Sainte-Croix → Moustiers-Sainte-Marie

6º Dia: Manosque → Allemagne-en-Provence → Riez → Valensole → Mane → Forcalquier → Sigonce → Manosque

7º Dia: Manosque → Cassis → Calanques → Rota des Crêtes → Ciotat → Marseille 

8º Dia: Marseille 

9º Dia: Marseille → Paris

Abaixo, um mapinha com as cidades que visitamos:

Cidades visitadas no sul da França


Nossos posts sobre o Sul da França: