GRÉCIA: muita emoção em Santorini

PRAIAS E THIRA ANTIGA

A primeira providência tomada no nosso segundo dia em Santorini foi fazer um roteiro das praias que iríamos visitar. Já tínhamos ouvido falar que a ilha não era propícia para pegar praia. Contudo, a ideia de ver praias com areias negra e vermelha nos deixava muito curiosas.

Começamos pela praia Kamari, com areia negra. Por lá descobrimos que a coloração escura se deve às erupções vulcânicas e que, ao invés de areia, a faixa da praia seria formada por grãos de lava vulcânica. A imagem realmente impressiona e o contraste com a cor do mar forma um espetáculo à parte. Como crianças, ficamos ali admirando, pegando nos grãos e nos certificando sobre a cor. Impressiona!

IMG_9802

Praia Kamari, em Santorini

IMG_9795

Areia negra na Praia Kamari, em Santorini

IMG_9816

Praia Kamari, em Santorini, vista da Antiga Estrada de Thira

Depois da visita à praia Kamari, subimos a Antiga Estrada de Thira (Ancient Thira), aberta diariamente de 08h00 às 14h30, salvo às segundas-feira. Ela é formada por vários zigue-zagues, dispondo de acostamentos que possibilitam curtir a vista deslumbrante do mar, das praias, dos vilarejos e das falésias.

IMG_9804  IMG_9820

IMG_9934  IMG_9864

É um passeio imperdível. Lá no topo, estacionamos o carro e subimos andando para o sítio arqueológico da antiga cidade de Thira. A subida é um pouco cansativa, mas vale a pena o esforço. A entrada individual custa apenas € 2,00.

IMG_9933  IMG_9880

IMG_9876  IMG_9922

Fomos após conhecer a Praia Vermelha (Red Beach), com acesso um pouco complicado. Chegar lá é relativamente simples, mas é necessário deixar o carro em um estacionamento e fazer uma pequena caminhada em solo pedregoso. A parte boa é que no caminho é possível ter uma linda vista panorâmica da praia. As falésias, o morro formado por areia vermelha e o mar de água azul formam um efeito visual impressionantemente belo e diferente de qualquer praia já vista por mim antes.

IMG_9962

Assim que chegamos na praia, alugamos duas cadeiras por € 8,00 cada e fomos dar um mergulho. O banho é um pouco desagradável, pois há muitas pedras grandes e pontiagudas no fundo. Na verdade, essas pedras, assim como nas demais praias, são seixos vulcânicos, fragmentos de mineral ou de rochas. Algumas pessoas usavam um sapato apropriado, daqueles de mergulho. Como eu não tinha um, fui de chinelo mesmo. Apesar do desconforto, mergulharia novamente. Foi uma experiência memorável.

Depois do mergulho na Praia Vermelha, voltamos para o hotel para tomar banho e almoçar em Pyrgos. O restaurante escolhido foi o Restaurante Pyrgos. De lá tivemos uma linda vista para a caldeira e o preço era acessível, com excelente comida e atendimento.

IMG_0054

Vista do Restaurante Pyrgos

IMG_0035  IMG_0057

IMG_0050  IMG_0046


TRILHA ENTRE THIRA E OÍA

De lá, rumamos para Thira. Deixamos o carro em um dos estacionamentos das redondezas e fomos fazer a trilha entre Thira e Oía, bordeando a caldeira. Ao todo, a trilha tem pouco mais de 11 km de distância, mas só percorremos 7 km. Primeiro porque ficamos muito cansadas, depois porque estava anoitecendo e, por último, porque chegamos numa parte de estrada de asfalto, trecho muito perigoso andar, já que falta acostamento.

Começamos andando por Thira, com início na Catedral Ortodoxa.

IMG_0059

Catedral Ortodoxa em Thira, Santorini

IMG_0067

Vista da ilha vulcânica, Santorini

Seguimos andando pelas ruas de Thira, vendo lindas construções brancas, casinhas construídas próximas umas das outras, igrejinhas brancas com cúpulas azuis, hotéis de luxo e piscinas infinitas. Quando percebemos, já tínhamos nos afastado bastante do centro de Thira ao ponto de termos uma linda vista do vilarejo em cima do penhasco. No início, há muito comércio. Depois, a paisagem é dominada por hotéis e residências pacatas.

IMG_0077

Thira vista de longe.

IMG_0098

Vista de Thira

IMG_0126

Uma vista entre Thira e Oía

IMG_0175  IMG_0173

IMG_0115

Igrejas e telhados em Santorini

IMG_0134

Telhados, bougainvilles e uma vista parcial da caldeira, em Santorini

IMG_0154

Varandas em Trira. Ao fundo, vemos Oía despontando

Quase na metade do nosso percurso, começamos a ver Oía na ponta da caldeira. As construções vão ficando mais espaçadas e a trilha mais deserta. São montanhas e o mar.

IMG_0165

Uma vista de Oía e de grande parte da caldeira.

O percurso ainda era longo, mas a beleza era tão grande que estávamos em êxtase.

IMG_0190

Trilha entre Thira e Oía

IMG_0180

Trilha entre Thira e Oía

O trilha era bastante longa, com estradinhas que faziam voltas, deixando o percurso ainda maior. Na maior parte do trajeto era fácil andar, apesar das subidas. Em um trecho curto, já quase no encontro da estrada de asfalto de Oía, nos deparamos com um morro bastante escorregadio por causa das pequenas pedras soltas no chão. Nesse trecho, derrapamos algumas vezes. Foi emocionante.

Depois que chegamos na estrada de asfalto, nos informamos com moradores a respeito da distância até Oía. Eles falaram que faltava uns 4km ainda. Como já estávamos esgotadas fisicamente, resolvemos pegar um ônibus. Infelizmente, o sol se pôs antes de chegarmos até a ponta de Oía, famosa por protagonizar o pôr do sol mais famoso do mundo ocidental. Assistimos a esse espetáculo do ônibus, feliz por estarmos sentadas diante de uma enorme janela de vidro. Embora cansativo, foi um dos passeios mais bonitos e emocionantes que já fiz em toda vida.

Finalmente chegamos em Oía, ponto final inicialmente programado. Tivemos uma “ajudinha” do ônibus na reta final, mas a trilha valeu. Ter a imagem geral do percurso que fizemos foi um pouco assustador, mas também gratificante.

IMG_0220

Thira vista de Oía. Uma vista parcial da trilha que percorremos

Então, passeamos um pouco por Oía. A quantidade de pessoas era tão assustadora quanto o tamanho da trilha. Não sei de onde saia tanta gente, que já se dispersava com o cair da noite.

IMG_0233

Ao final, pegamos um ônibus e voltamos para Thira, onde o carro estava estacionado. Não tínhamos mais forças para nada naquele dia e resolvemos comer uma pizza perto do hotel. Dormi como um anjo.